terça-feira, 15 de dezembro de 2009

NASA fotografa morte de estrela

NASA fotografa morte de estrelaNASA/JPL-Caltech
Nebulosa NGC 4361:
morte de estrela registrada
pelo telescópio espacial Spitze
r


Na foto tirada em infravermelho, a agência espacial americana parece ter capturado o instante exato da explosão de uma bomba.

Trata-se, o entanto, da imagem de uma estrela morrendo feita pelo telescópio espacial Spitzer. A nebulosa, formada por gases do corpo celeste que se expandem e distanciam do centro, é chamada NGC 4361.


A estrela foi, um dia, muito parecida com nosso Sol. No entanto, após começar a expelir suas camadas, a nebulosa planetária adquiriu um formato bastante inesperado. Ao invés de apresentar dois jatos de matérias expelidos, como normalmente acontece, ela possui quatro. De acordo com a NASA, uma das suspeitas é a de que pode haver duas estrelas morrendo na nebulosa, cada uma produzindo um jato bipolar. Na foto, a cor laranja mostra o gás aquecido.

Essa e outras imagens foram tiradas mais de cinco anos e meio depois do lançamento do Spitzer, em 25 de agosto de 2003. Desde maio de 2005, o telescópio ficou sem o hélio líquido responsável pelo resfriamento dos equipamentos, e se aqueceu à ainda gélida temperatura de -246º C.

Nesta segunda fase da missão, conhecida como “quente”, o Spitzer está fotografando em infravermelho. Desde seu lançamento, ele já fez inúmeras descobertas, como buracos negros escondidos e galáxias a bilhões de anos-luz.