quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Grupo de cientistas descobre estrela "fumante"


A massa perdida pelo astro é expelida ao espaço em forma de uma nuvem de poeira Foto: ESO/Divulgação
A massa perdida pelo astro é expelida ao espaço em forma de uma nuvem de poeira
17 de setembro de 2007
Foto: ESO/Divulgação


Em uma pesquisa conjunta, astrônomos da França e do Brasil descobriram uma imensa nuvem de fumaça ao redor de uma estrela localizada a 6 mil anos-luz da Terra, na constelação de Sagitário. Segundo os especialistas, o fenômeno tem aspecto da fumaça liberada por um cigarro.

A observação, feita por meio de um telescópio do Observatório Astronômico Europeu (ESO), dá forças à teoria de que a área escura da estrela RY Sagittarii é formada por uma grande quantidade de poeira expelida da sua própria superfície.

A teoria, chamada de "baforada de poeira", sugere que massa a perdida pela estrela é enviada ao espaço até que a temperatura seja suficientemente baixa para que partículas de carbono se transformem em poeira.

Segundo os cientistas envolvidos no projeto, o surpreendente nesse caso é que o material perdido se aglutinou em forma de nuvem, e muito próximo do astro, o que inclusive pode esconder a estrela, formando uma espécie de eclipse.

"Esta é a nuvem de poeira mais próxima de uma estrela desse tipo que já detectamos. No entanto, ainda é uma distância muito pequena para desvendar as possíveis formações dessas nuvens", disse o astrônomo Patrick de Laverny, líder do estudo.

Fonte:Terra