sábado, 3 de janeiro de 2009

CIENTOLOGIA :Crença Mania ou Esquisofrenia??












. Ron Lafayette Hubbard, fundador da Cientologia

Ron Lafayette Hubbard, fundador da Cientologia



Hubbard, história de um líder...

O fundador da Cientologia, Lafayette Ronald Hubbard, nasceu em Tilden, Nebraska, a 13 de Março de 1911. Autor de ficção científica, escreveu, em 1950, um dos livros sagrados da seita: Dianética. Nele descrevia a metodologia para curar as doenças mentais que afectam o homem. Segundo esta teoria, os problemas pessoais têm a sua causa em traumas sofridos, que originam lesões psicossomáticas. Estas estão localizadas na "mente reactiva" que tem de ser limpa para se alcançar o estado de 'Clear' (estado superior do espírito). 45 anos depois este seu trabalho continua a não ser aceite como válido pela comunidade científica...

Hubbard defendia ainda ter sido o primeiro a usar a teoria da Dianética para se curar e chegar a 'Clear'. Isto porque, de acordo com a sua biografia oficial, tinha sido considerado como incapaz, pela Marinha dos Estados Unidos, no fim da Segunda Guerra... Mais tarde, em 1952, Hubbard criou o conceito de Cientologia, que trata do estudo do espírito (Thetan) na sua relação interior, com o universo e com a outra vida, para que o homem "se dê conta da sua própria imortalidade".

Em 1954 os cientologistas fundaram, nos Estados Unidos, o que viria a ser a Igreja da Cientologia. Segundo muitos críticos, a razão principal para se constituir a religião foi o facto de, em vários países, as contribuições monetárias para a Igreja assim como os custos de funcionamento serem dedutíveis nos impostos. Certos críticos afiançam que Hubbard declarou um dia (num congresso de escritores de ficção científica) que "a melhor maneira de ganhar dinheiro é fundar uma religião". Outros defendem, por sua vez, que a religião foi fundada para evitar problemas com a Food and Drug Administration (F.D.A. - espécie de Ministério da Saúde dos E.U.A.) devido ao facto de Hubbard estar a usar produtos e instalações não autorizados para proceder a alegadas curas mentais, o que constituía prática de medicina não autorizada.

As seitas com mais controlo sobre a vida dos seus membros têm modos especiais de actuar. Inicialmente, arranja-se maneira de seduzir o adepto. Segue-se um longo período no qual o indivíduo é condicionado mentalmente para, progressivamente, ir perdendo o espírito crítico e independência criativa. O adepto é depois levado a aceitar novas definições e conceitos sobre o mundo que o rodeia (aceitando, cegamente, as novas ideias da seita), podendo mesmo chegar a cortar os laços com os familiares, amigos e todos aqueles que não compartilhem a sua nova realidade. Em qualquer momento, o adepto pode tomar consciência de estar a seguir um caminho que já não o satisfaz, mas é geralmente difícil abandonar o grupo e reintegrar-se na sociedade dita "normal".
.

..

...

Conhecida mundialmente por ter o ator Tom Cruise como seu ministro da propaganda, a cientologia nasceu em 1954 nos Estados Unidos e tem raízes fincadas em cerca de 150 países.

(Fonte: IstoÉ) - Na Europa, a doutrina difundida pelo autor de ficção científica americano L. Ron Hubbard (morto em 1986) passa por uma cruzada em busca da alcunha de religião. Tratada como seita em alguns países, a cientologia prega que o ser humano é imortal e propõe eliminar todos os traumas até atingir o estágio mental clear (limpo). Tem no currículo acusações que vão de fraude fiscal a prática de lavagem cerebral. No final do ano passado, porém, a Espanha – residência de dez mil cientologistas – legislou a favor dos seguidores de Hubbard, que no mundo somam dez milhões. A Audiência Nacional de Madri, principal instância judicial espanhola, acatou o pedido da igreja da cientologia e a fez constar no registro de entidades religiosas.

“Do mesmo jeito que respeitamos quando um católico acredita que a Virgem Maria teve um filho e continuou virgem, não queremos ser discriminados por nossa religião. Essa é a validade da legalização”, apregoa Lúcia Winther, que difundiu a doutrina de Hubbard pelo Brasil. Na Espanha, a cientologia encarava embates judiciais há 25 anos. Em meados dos anos 80, por exemplo, um cerco policial prendeu 88 pessoas entre fiéis e dirigentes sob as acusações de praxe. Em países como Portugal, Suécia e Itália, a cientologia encontra caminho livre – leia-se aí vantagens fiscais – graças à legalização.

Na França e na Alemanha, no entanto, os templos ainda funcionam com o tratamento de seita. Uma estratégia de implantação de novas unidades foi debatida pelos cientologistas em uma espécie de conferência de expansão, em 2006. “De julho de 2007 até agora, houve um crescimento mundial do número de fiéis dez vezes maior do que em anos anteriores”, diz Lúcia. No ano passado em Berlim, o quartel-general da cientologia foi inaugurado em um edifício de 4 mil m2 e seis andares junto ao centro nervoso da política alemã. Na Espanha, a sede nacional da religião também fica ao lado do Congresso dos Deputados, em Madri. “Se queremos implementar nossa campanha planetária pela salvação, temos de atingir os níveis mais elevados do governo alemão”, dizia um trecho de um documento da conferência.

A Alemanha, pátria de seis mil fiéis dos ensinamentos de Hubbard, é o país que mais dificulta a difusão da doutrina – no Brasil, ela está registrada como religião desde 2004 e soma 20 mil fiéis, segundo Lúcia. Lá, estudiosos já compararam Tom Cruise (foto à dir.) a Joseph Goebbels, o responsável por agitar as massas e promover o culto a Adolf Hitler durante o nazismo. No universo virtual, a cientologia também não tem vida fácil. No início do mês, um grupo denominado Anônimos atacou os sites da igreja, tirando-os do ar.

Membro do grupo de estudos de diálogo multicultural e religioso da Associação Internacional de Estudos Ibero- Eslavos (CompaRes), em Lisboa, o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Evandro Ouriques opina sobre a expansão da cientologia pelo continente europeu: “No vazio de perspectivas da Europa, cheia de medo, concentração de capital, culpa, adição às drogas, ao sexo, às vaidades, surgem tentativas mais ou menos acertadas e controversas de encontrar valores que nos tornem humanos.”

A descrença em torno da religião de Hubbard vem de berço. Um dos cinco filhos do escritor, Ronald DeWolf disse certa vez que o pai era “um dos maiores trapaceiros do século”. A cientologia prega que somos almas ou espíritos, chamados thetans. Para atingir o autoconhecimento, os candidatos a fiéis passam por sessões de audição e são analisados por um aparelho chamado eletropsicômetro, uma espécie de detector de emoções dolorosas. Depois de fazer doações à igreja, o fiel recebe em troca cursos de purificação. No Exterior, processos foram movidos contra a igreja por ex-seguidores na tentativa de reaver o dinheiro dado à instituição. Não à toa, durante a inauguração da sede da cientologia em Berlim, lia-se em cartazes: “Lavagem cerebral: não, obrigado!”

.

.

O começo: A (75 milhões de anos atrás, para ser mais preciso) um comandante extraterrestre chamado Xenu. Xenu estava no comando de todos os planetas nessa parte da galáxia incluindo nosso próprio planeta Terra, só que naquele tempo era chamada de “teegeeack”. Mas Xenu tinha um problema. Todos os 78 planetas que ele controlava eram superpovoados. Cada planeta tinha na média 178 biliões de pessoas. Ele queria se livrar de toda

...

Exilados pelo maligno tirano intergaláctico Xenu, os espíritos dos thetans vagaram pela Terra por milhares de anos. Gradualmente, esses espectros ganharam a forma humana e perderam consciência de sua imortalidade. Hoje, cada um de nós carrega dentro de si uma alma extraterrânea e todas as dores que a humanidade já sofreu. Para se livrar desse mal, a cientologia é o caminho que leva ao domínio completo da mente...

.





superpopulação, então ele formulou um plano. Xenu tomou controle total, com ajuda de renegados, para defender as pessoas boas e os oficiais leais. Então com ajuda de psiquiatras ele chamou biliões de pessoas para inspeção de imposto de renda, mas ao invés disso eles receberam injecções de uma mistura de álcool e glicol para paralisa-las. Elas foram mandadas para o espaço em aviões que se pareciam muito com DC8s (só que tinham motores de foguetes ao invés de hélices). Esses aviões espaciais DC8s viajaram até o planeta Terra onde as pessoas paralisadas foram amontoadas em volta dos pés de vulcões em centenas de bilhões. Quando terminaram de se amontoar, bombas-H foram colocadas dentro dos vulcões. Xenu então detonou todas as bombas-H ao mesmo tempo e todos foram mortos. E a história não termina aí. Já que todos têm uma alma (chamada “thetan” nessa historia), você teria que dar um jeito de evitar que as almas voltassem. Então enquanto as centenas de bilhões de almas voavam levadas pelos ventos nucleares ele tinha armadilhas eletrônicas especiais que capturavam as almas em feixes eletrônicos. Depois de capturar todas as almas ele as empacotou em caixas e as levou para enormes cinemas. Lá, todas as almas tinham que passar dias vendo filmes especiais em 3D que lhes diziam como a vida deveria ser e várias outras coisas confusas. Nesse filme, lhes eram mostradas falsas figuras, e lhes diziam que eram Deus, o Diabo e Cristo. Na historia esse processo se chama “implante”. Quando os filmes acabaram e as almas saíram dos cinemas, elas começaram a se grudar umas as outras porque como haviam todas visto o mesmo filme elas pensavam que eram a mesma pessoa. Elas se juntaram em grupos de alguns milhares. Agora, porque havia poucos corpos vivos sobrando, elas se agruparam e habitaram esses corpos. Quanto a Xenu, Oficiais Leais finalmente o derrotaram e o trancaram em uma montanha em um dos planetas. Ele é mantido lá por campos de força movidos por uma bateria eterna e Xenu ainda esta vivo ate hoje. Então hoje em dia todos estão cheios de conjuntos de almas chamados “corpos de thetans”. E, se você quer ser uma alma livre então nós temos que remover todos esses “corpos de thetans” e pagar muito dinheiro para fazê-lo. E a única razão pela qual as pessoas acreditam em Deus ou Jesus Cristo é por causa do filme que viram ha 75 milhões de anos. Infelizmente essa história estúpida é o centro de uma crença conhecida como Cientologia. Se as pessoas conhecessem história então a maioria nunca teria se envolvido com ela. Essa história somente é contada quando se chega a um de seus níveis conhecido como OT III. Você precisa pagar muito dinheiro para chegar a esse nível, e para passar por ele (precisa trabalhar duro para a organização recebendo um salário extremamente baixo para muitos anos).

Estamos a contar-lhe essa história como um aviso. Se você se envolver com Cientologia queremos que o faça com os olhos abertos e completamente consciente de que tipo de materiais ela contem.
..
. maioria dos Cientologistas que trabalham em seus centros de Dianéticas, chamadas também de “igrejas” da Cientologia não sabem dessa história até que alcancem esse mais elevado e avançado nível. Os que a conhecem são forçados a manter segredo e não contar a ninguém que esteja se juntando à Cientologia.
..



Uma religião sem orações ou rituais. Práticas religiosas próximas a sessões de terapia. Hierarquia pautada em cursos pagos. Crença na imortalidade do corpo e em civilizações extraterrestres

. Assim é a Cientologia, doutrina criada nos anos 1950 pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard, que vem chamando a atenção do mundo e seduzindo um número crescente de adeptos, entre eles, estrelas hollywoodianas, c

de uma nova espiritualidade

Aline Durães

imagem olho no olho

como Tom Cruise e John Travolta.

Com procedimentos espirituais pouco ortodoxos, a Cientologia atrai membros pelas promessas de transformação de vida. Os mestres cientólogos garantem que, através de processos de auditing, nos quais os indivíduos são conduzidos a um aparelho chamado e-meter e respondem a questionários variados, conseguem apagar traumas e lembranças ruins e promover a purificação mental dos membros.

A doutrina une (ou tenta unir) técnicas de controle mental com o discurso religioso, aproximando Ciência e fé e colocando em xeque os limites entre essas duas esferas da realidade humana. Mas o preço cobrado nessa trajetória é alto. As sessões de auditing assim como os cursos, imprescindíveis para o progresso do adepto na hierarquia da Cientologia, são pagos. Não raro, a mídia noticia casos de pessoas que denunciam os gastos abusivos de familiares com a igreja.

A leste de Santa Fé fica situado um dos locais mais bizarros do planeta, situado perto da pacata comunidade de Trementina, onde vivem cerca de 200 pessoas.A leste de Santa Fé fica situado um dos locais mais bizarros do planeta, situado perto da pacata comunidade de Trementina, onde vivem cerca de 200 pessoas. ... Uma vista aérea da zona revela uns géoglifos geométricos deveras estranhos, que poderiam passar por símbolos inscritos pelos índios Nasca (entre III AEC e VIII) no planalto do mesmo nome no Peru. A origem destes símbolos gravados a bulldozer na encosta da montanha no deserto tem uma origem mais recente e é na realidade um monumento à estupidez e cretinice que só a religião pode induzir.
O geóglifo é o símbolo oficial de uma corporação da Igreja da Cientologia designada como Church of Spiritual Technology e, de acordo com um artigo do Washington Post de 2005, identifica a propriedade como um local apropriado para os portais de regresso das viagens no espaço-tempo de cientologistas do futuro, grandes navegantes das estrelas...

Perto destes símbolos existem mansões multimilionárias para retiros «espirituais» dos membros da Igreja da Cientologia, aqueles que acreditam nas balelas inventadas pelo medíocre escritor de ficção científica L. Ron Hubbard.
Perto destas mansões, conhecidas dos devotos como San Miguel Ranch ou simplesmente The Ranch, fica localizado um gigantesco bunker desenhado para sobreviver a um ataque nuclear.
Esta rede de túneis revestidos a aço, mostrados em 1998 pelo programa “20/20” , albergam para a posteridade - em caixas de titânio - os dislates que saíram da pena do inventor da Dianética, religiosamente gravados em aço e a voz do vendedor de banha da cobra registada em níquel.

Hubbard, um escritor de space operas de quinta categoria combinou o seu interesse em ficção científica com o «oculto», debitando em 1950 o livro base da religião mui lucrativa que inventou, Dianetics: The Modern Science of Mental Health.
O livro afirma que todos os problemas, mentais e físicos, que afligem a humanidade são causados por traumas ou 'engrams' (memórias dolorosas) que devem ser erradicados da mente reactiva conjuntamente com os espíritos que a infectam (Body Thetans, os tais que vagueiam aos magotes pela Terra após o controle de população efectivado pelo malvado comandante da Federação Galáctica Xenu há 75 milhões de anos).

Estes traumas só podem ser ultrapassados com o auxílio de um “auditor”- um conselheiro «espiritual» pago a peso de ouro, que com o auxílio de um “E-meter,” mede a energia negativa na alma ou Thetan. Isto é, apenas a Cientologia é a «salvação» do 'Thetan' (espírito imortal), permitindo ao crente atingir o estado de OT (Operating Thetan), estado em que supostamente adoece raramente, é menos propenso a acidentes, tem memória total, QI superior a 135, imaginação criativa, vitalidade extraordinária, personalidade magnética, bom auto-controlo, etc.
Alguns ex-adeptos da seita relatam que membros OT's reclamam poder «voar» e «matar apenas com um pensamento».

Claro que não é barato chegar a este estado de «graça» OT, apenas possível pela frequência de inúmeros cursos da Igreja da Cientologia, a única competente para proceder à «limpeza» espiritual da pessoa, que «oferece» aos seus crentes um plano total de cura de custo astronómico.

Como em todas as religiões, as dúvidas não são bem-vindas dentro da Cientologia. Quem faz objecções é catalogado como subversivo, podendo mesmo ser considerado «Pessoa Supressiva», contra quem, não obstante as objecções inconvincentes de que é uma prática abandonada, tudo é válido, inclusive essa «Pessoa Supressiva» ser «privada dos seus bens ou ofendida impunemente, por todos os meios e por qualquer cientologista, podendo também ser vigarizada, atacada, ludibriada e destruída».
Hubbard chamava a esta táctica «Fair Game» (Jogo Limpo). Para além deste legado de paranóias e tácticas de extorsão dos mais crédulos ( ou pouco dotados em termos de capacidade intelectual, as patetadas inventadas por Hubbard são tão cretinas que é necessário um défice de intelecto muito grande para se acreditar em semelhante monte de disparates), os devotos de Hubbard garantiram em Trementina que os dislates do fundador da seita sobreviverão até a um ataque nuclear. Arrepia imaginar um Carter do futuro a explorar o legado «inestimável» encontrado nos túneis do Novo México e pensar quão limitados eram os seus antepassados que acreditavam nas tretas guardadas com tanto cuidado em envólucros de titânio... Uma vista aérea da zona revela uns géoglifos geométricos deveras estranhos, que poderiam passar por símbolos inscritos pelos índios Nasca (entre III AEC e VIII) no planalto do mesmo nome no Peru. A origem destes símbolos gravados a bulldozer na encosta da montanha no deserto tem uma origem mais recente e é na realidade um monumento à estupidez e cretinice que só a religião pode induzir.
O geóglifo é o símbolo oficial de uma corporação da Igreja da Cientologia designada como Church of Spiritual Technology e, de acordo com um artigo do Washington Post de 2005, identifica a propriedade como um local apropriado para os portais de regresso das viagens no espaço-tempo de cientologistas do futuro, grandes navegantes das estrelas...

Perto destes símbolos existem mansões multimilionárias para retiros «espirituais» dos membros da Igreja da Cientologia, aqueles que acreditam nas balelas (vídeo de vinte minutos abaixo) inventadas pelo medíocre escritor de ficção científica L. Ron Hubbard.
Perto destas mansões, conhecidas dos devotos como San Miguel Ranch ou simplesmente The Ranch, fica localizado um gigantesco bunker desenhado para sobreviver a um ataque nuclear.
Esta rede de túneis revestidos a aço, mostrados em 1998 pelo programa “20/20” , albergam para a posteridade - em caixas de titânio - os dislates que saíram da pena do inventor da Dianética, religiosamente gravados em aço e a voz do vendedor de banha da cobra registada em níquel.

Hubbard, um escritor de space operas de quinta categoria combinou o seu interesse em ficção científica com o «oculto», debitando em 1950 o livro base da religião mui lucrativa que inventou, Dianetics: The Modern Science of Mental Health.
O livro afirma que todos os problemas, mentais e físicos, que afligem a humanidade são causados por traumas ou 'engrams' (memórias dolorosas) que devem ser erradicados da mente reactiva conjuntamente com os espíritos que a infectam (Body Thetans, os tais que vagueiam aos magotes pela Terra após o controle de população efectivado pelo malvado comandante da Federação Galáctica Xenu há 75 milhões de anos).

Estes traumas só podem ser ultrapassados com o auxílio de um “auditor”- um conselheiro «espiritual» pago a peso de ouro, que com o auxílio de um “E-meter,” mede a energia negativa na alma ou Thetan. Isto é, apenas a Cientologia é a «salvação» do 'Thetan' (espírito imortal), permitindo ao crente atingir o estado de OT (Operating Thetan), estado em que supostamente adoece raramente, é menos propenso a acidentes, tem memória total, QI superior a 135, imaginação criativa, vitalidade extraordinária, personalidade magnética, bom auto-controlo, etc.
Alguns ex-adeptos da seita relatam que membros OT's reclamam poder «voar» e «matar apenas com um pensamento».

Claro que não é barato chegar a este estado de «graça» OT, apenas possível pela frequência de inúmeros cursos da Igreja da Cientologia, a única competente para proceder à «limpeza» espiritual da pessoa, que «oferece» aos seus crentes um plano total de cura de custo astronómico.

Como em todas as religiões, as dúvidas não são bem-vindas dentro da Cientologia. Quem faz objecções é catalogado como subversivo, podendo mesmo ser considerado «Pessoa Supressiva», contra quem, não obstante as objecções inconvincentes de que é uma prática abandonada, tudo é válido, inclusive essa «Pessoa Supressiva» ser «privada dos seus bens ou ofendida impunemente, por todos os meios e por qualquer cientologista, podendo também ser vigarizada, atacada, ludibriada e destruída».
Hubbard chamava a esta táctica «Fair Game» (Jogo Limpo). Para além deste legado de paranóias e tácticas de extorsão dos mais crédulos ( ou pouco dotados em termos de capacidade intelectual, as patetadas inventadas por Hubbard são tão cretinas que é necessário um défice de intelecto muito grande para se acreditar em semelhante monte de disparates), os devotos de Hubbard garantiram em Trementina que os dislates do fundador da seita sobreviverão até a um ataque nuclear. Arrepia imaginar um Carter do futuro a explorar o legado «inestimável» encontrado nos túneis do Novo México e pensar quão limitados eram os seus antepassados que acreditavam nas tretas guardadas com tanto cuidado em envólucros de titânio...





VEJA COMO FUNCIONA

O chamado:
Ministros Voluntários de Cientologia Internacional
Criando um mundo melhor, uma vida de cada vez






Bem-vindo ao Programa de Ministro Voluntário de Cientologia, um movimento a nível mundial aberto a qualquer pessoas que reconheça que o mundo precisa de mudar e quer fazer uma diferença.


HÁ AJUDA PRÁTICA SEMPRE DISPONÍVEL

Com uma practicabilidade tão precisa como a de qualquer ciência, esta tecnologia permite aos Ministros Voluntários mudar as condições em qualquer área da vida. Pode-se fazer eficaz acerca dos problemas que as pessoas encaram na vida e que nos confrontam como uma sociedade. Insegurança, depressão, ansiedade acerca do futuro, analfabetismo, o nosso sistema educacional fracassado, o problema das drogas, abuso de menores, razão de divórcio a aumentar assustadoramente, lares desfeitos, famílias de pais únicos, problemas no local de trabalho, decisões quanto à carreira profissional, problemas pessoais, relacionamentos, perda, crime, imoralidade - tantas coisas que podem deitar a vida de uma pessoa por água abaixo.

Mas há esperança. Pode-se fazer algo a respeito de qualquer destas situações, independentemente de quão catastróficas pareçam ser.

QUEM SÃO OS MINISTROS VOLUNTÁRIOS?

O Ministro Voluntário é alguém que entende que é preciso fazer algo acerca do mundo, e quer fazer o que pode para ajudar os que o rodeiam. E ao passo que o programa em si é simples, os efeitos criados pelos Ministros Voluntários chegam muito longe e são poderosos. Há mais de 25 anos, a nível estritamente voluntário, os Ministros Voluntários têm vindo a fazer soluções eficazes a ter efeito sobre os problemas, grandes ou pequenos, do mundo. Onde quer que tenham estado, o mundo tornou-se melhor.

Um Ministro Voluntário não é um conselheiro profissional, mas ajuda as pessoas em regime de part-time. Mas ele presta serviços que não existem de todo na sociedade, serviços que mais ninguém presta.

VOCÊ PRECISA DE AJUDA?

Se você precisa de ajuda com algo na vida, independentemente de quão mal pareça, um Ministro Voluntário pode ajudá-lo com isso.

VOCÊ QUER AJUDAR OS OUTROS?

Se você quer ajudar os outros mas sente-se incapaz, você pode tornar-se num Ministro Voluntário e aprender a ajudar eficazmente
Uniforme amarelo.

COMO É QUE O PROGRAMA DE MINISTROS VOLUNTÁRIOS TEVE INÍCIO?

O Programa de Ministros Voluntários começou em 1976. A ideia surgiu de um programa concebido pelo filantropo, filósofo e escritor L. Ron Hubbard, após uma visita que fez a Nova Iorque para levar a cabo um estudo sociológico.

“Criando um mundo melhor, uma vida de cada vez.”

O símbolo CRUZ..A 'marca' de Juliet em seu corpo, mostrada no episódio Stranger in a Strange Land, chamou a atenção de algumas pessoas...



Esse símbolo é bem similar à cruz ao lado, mas ao contrário. Cruzes ao contrário remete à crucificação de São Pedro.


Esse símbolo representa na verdade a cruz da Cientologia, religião de astros como Tom Cruise, John Travolta e Beck.
..





..

Mais um pouco de informação sobre a Cientologia

A porta-voz alemã da Cientologia, Sabine Weber, disse à revista Der Spiegel que "durante anos, uma mentira em cima da outra tem sido dita a respeito da Cientologia". Ela disse considerar positivo que membros da organização estejam ajudando a melhorar o inadequado sistema educacional alemão.

"É muito bom e correto que cientologistas queiram ajudar", afirmou Meidinger, "mas eles deveriam agir às claras". Para ele, caso queiram oferecer aulas para crianças, os cientologistas deveriam mostrar de forma clara quem são e não esconder nada.

"Às vezes, panfletos oferecendo aulas privadas mencionam, casualmente, o nome L. Ron Hubbard, mas eles não explicam que se trata do fundador da Cientologia", aponta.

Visão crítica

Ron Lafayette Hubbard, fundador da Cientologia


Bildunterschrift: Großansicht des Bildes mit der Bildunterschrift: Ron Lafayette Hubbard, fundador da CientologiaNa Alemanha, a Cientologia é muitas vezes vista como uma atividade comercial com interesses econômicos. Membros do movimento estão constantemente sob vigilância do Escritório Federal para Proteção da Constituição, cujo trabalho é monitorar atividades antidemocráticas.

Cientologistas alemães dizem que sofrem perseguição religiosa e consideram ridícula a noção de que se trata de um movimento não-democrático. "Em nenhum lugar do mundo a Igreja da Cientologia é vista sob uma luz política da forma como acontece na Alemanha", disse Weber, na entrevista.

Para Meidinger, não se trata de liberdade religiosa. "Caso a Justiça permita, os cientologistas podem praticar sua filosofia. Mas até mesmo uma instituição educacional católica ou protestante divulga sua afiliação religiosa", observa.

Ele admite, porém, que é difícil avaliar a qualidade e o conteúdo das sessões privadas de ensino, já que se trata de uma atividade envolvendo apenas duas pessoas.


.

PESSOAS - SERVIÇOS - FUNDOS..

..


A Última Ceia

A notícia é antiga, mas vale pelo humor. “O astro Tom Cruise vira o “Jesus da Cientologia”, em caricatura publicada no site Gallery of The Absurd. Ele aparece ao lado de Kirstie Alley, John Travolta, Will Smith, membros famosos da crença, e de sua mulher Kate Holmes, em reprodução da pintura A Santa Ceia, de Leonardo Da Vinci.

Na imagem, Tom Cruise ocupa o lugar de Jesus Cristo, sendo que, na mesa, ao invés de frutas e vinhos, há doces, sorvetes e o cérebro de um macaco. A ilustração também conta com alienígenas, que “assombram” os atores.

Segundo uma reportagem do tablóide britânico The Sun, publicada no último dia 23 (2007), alguns seguidores da Cientologia consideram Tom Cruise como um “Cristo”, por seu empenho em divulgar a religião pelo mundo desde os anos 80.

Um dos membros, David Miscavige, acredita que o ator será comparado a Jesus no futuro por seu trabalho como líder. “Como Jesus, sua visão está sendo criticada. Mas as gerações futuras vão perceber que ele está certo”, declarou.”


Scientology’s Antagonists

An ex-Scientologist and an army of online pranksters attempt to bring down the controversial religion.

By Lauren Smiley
Published on August 12, 2008 at 12:31pm

Esta matéria foi traduzida da forma mais fiel o possível. Algumas alterações foram necessárias para melhor compreensão em português.

Tommy Gorman

Tommy Gorman

Talvez seja sua camiseta preta com as palavras “Scientology Mata” escrita em vermelho sangue. Ou talvez seu corte de cabelo estilo militar, ou seu nariz deformado em 45 graus após levar muitos socos. Talvez seja o fone de ouvido ou a câmera presa a sua mão para filmar confrontos. Não importa a razão, quando Tommy Gorman manda alguém sair de casa para conversar com ele, as pessoas duvidam que seja para um bate-papo civilizado.

Gorman colocou o presidente da Church of Scientology de São Francisco - EUA, Jeff Quiros, em sua lista negra cerca de sete anos atrás. O sentimento é mútuo. “Eu não desejo o melhor para Tommy Gorman,”, diz Quiros. “Ele é um mentiroso criminoso, e eu espero que ele acabe na cadeia pelas coisas que fez.” Quiros não aceitou o convite de Gorman para um bate-papo naquela tarde de julho (2008), e Gorman classificou-o de covarde.


PESSOAS - SERVIÇOS - FUNDOS
PESSOAS - SERVIÇOS - FUNDOS



Vida imitando a arte

Vida imitando a arte

Fontes: Associated Press e Telegraph

Um dos seguranças que patrulham o complexo da seita da Scientology em Los Angeles, disparou e matou um homem armado com duas espadas de samurai, por temer por sua vida, informou a polícia.

Câmeras de segurança do Celebrity Centre, um dos pontos turísticos da seita da Scientology em Hollywood filmaram um homem estacionando um conversível vermelho no estacionamento, na hora do almoço.

Em seguida, ele se aproximou de três guardas, segurando uma espada em cada mão, “aproximando-se o bastante para machucá-los”, quando um dos guardas puxou sua arma e atirou nele, disse Terry Hara, chefe de polícia.

O guarda foi ouvido pelos detetives a respeito dos motivos e justificativa do disparo. O homem, de aproximadamente 40 anos, foi levado ao hospital onde foi declarado morto.

“As provas por si são muito, muito claras,” disse o Sr. Hara. “Os seguranças estavam se defendendo.”

A detetive Wendi Berndt disse ao Los Angeles Times que o homem esteve envolvido com a seita a muito tempo atrás.

“Houve um envolvimento, mas não está claro a que ponto,” disse ela.

Um adolescente que estava no estacionamento disse ao jornal que o homem saiu do carro armado com as espadas e estava com cara de bravo.



Quem são os Anonymous segundo a Scientology


.. U$ 23 mil dolares por um programa de 3 a 6 meses. 18 depois, abandonado em um hotel de beira de estrada com U$ 10,00...

..

.U$ 23 mil dólares por um programa de reabilitação de 3 a 6 meses. 18 dias depois, abandonado em um hotel com apenas U$ 10,00, sem direito a devolução do dinheiro pago...


.

AFP: Seita da Scientology

poderá ser banida da França

.\fonte: Agence France-Press

A agência de notícias AFP (Agence France-Press) informa que, no último embate entre oficiais franceses e a controversa religião, a Igreja da Scientology e sete de seus membros serão processados por fraude e por exercício ilegal de farmacêutica.

As acusações decorrem do caso de uma mulher que alega ter pago mais de 20 mil Euros (aproximadamente 52 mil Reais) por cursos, livros, drogas e um “electrômetro”, um aparelho que a igreja diz ser capaz de medir o estado mental de uma pessoa.

Ela alega ter feito os pagamentos após ter sido abordada por scientologists em uma rua de Paris, em 1998.

O caso a ser julgado por uma corte de Paris ainda têm como autores outra pessoa e a Associação Farmacêutica Profissional da França.

Fundado em 1954 nos Estados Unidos, pelo autor de ficção científica L. Ron Hubbard, a igreja da Scientology, que atraiu estrelas de Hollywood como Tom Cruise, foi oficialmente reconhecida naquele país vinte anos mais tarde.

Porém é frequentemente acusada na França e em outros países da Europa, incluindo-se a Bélgica, Alemanha e Grécia, por explorar financeiramente seus membros.

..



Definições de algumas

doutrinas religiosas exóticas:

Cientologia

Seita fundada pelo autor norte-americano de livros de ficção e auto-ajuda L. Ron Hubbard. Prega que os homens são a reencarnação dos espíritos de extra-terrestres (thetans) que habitaram a Terra há 75 milhões de anos. Eles foram exilados no planeta por um maligno líder intergaláctico chamado Xenu. Ao serem mortos, as almas dos ETs ficaram vagando até ganharem ? a contragosto ? a forma humana. Nesse processo, perderam a consciência de sua imortalidade. Isto os impediu de continuar evoluindo.


Jedaísmo

Não é uma doutrina oficial, mas foi mencionada por 70.509 pessoas como sendo sua religião em um censo realizado na Austrália. Inspirada na série de filmes Guerras nas Estrelas, elaborada por George Lucas, ensina inclusive seus seguidores os passos necessários para se tornar um cavaleiro Jedi.


Igreja de Satã

Defende a necessidade de que o homem se reconheça como um animal carnal com desejos e emoções que não podem ser reprimidos. Considera pecados capitais a estupidez, pretensão, solipsismo (filosofia que diz que a única realidade no mundo é a própria pessoa), auto-ilusão, conformismo, orgulho contraprodutivo, falta de perspectiva, desconsideração de ortodoxias antigas e ausência de estética. Foi fundada pelo ex-domador, de leões, hipnotizador, pianista de cabaré e policial Anton LaVey.


Revolução Raeliana

Criada pelo jornalista francês Claude Vorilhon, que mudou seu nome para Rael, acredita que a humanidade foi criada por extraterrestres que visitaram a Terra há 25 mil anos. A Clonaid, empresa que afirma ter clonado seres humanos (nada se comprovou até hoje), pertence a membros desta religião.

Umbadaime

Combina os preceitos da Igreja do Santo Daime com elementos da umbanda. Seus seguidores, em uma de suas práticas rituais, cantam e oram vestidos de branco, ao som de atabaques, após tomar um cálice de daime (bebida alucinógena).
..

.

O Grande Segredo da Cientologia

A cientologia é comprometida exclusivamente aos ensinamentos de um único homem: L. Ron Hubbard. Suas teorias, presunções e técnicas para aplicações práticas que formam a base dos ‘rituais’ da cientologia são chamadas de ‘Tecnologia Espiritual’, ou simplesmente ‘the tech‘.

Hubbard clamou ter descoberto certas ‘leis naturais‘ do universo espiritual, as quais supostamente podem ser utilizadas para prever e controlar comportamentos e fenômenos de forma similar com que as leis naturais codificadas pelas ciências físicas podem ser utilizadas para prever e controlar fenômenos no mundo físico.

A cientologia presume que a espiritualidade e o pensamento (chamado de ‘theta‘) é uma energia com seu próprio universo, separado e distinto do universo físico da matéria, energia, espaço e tempo, e que aquele espírito (’theta’) é anterior e criador do universo físico.

Cada indivíduo (chamado de ‘thetan‘) é considerado uma ‘unidade de pensamento’ do universo espiritual que interage com o universo físico, geralmente habitando um corpo humano. O termo cientológico ‘theta’ é o que geralmente chamamos de espírito e é definido na cientologia como a fonte da vida. No indivíduo, ele é reconhecido como o centro de sua personalidade ou sua própria essência, distinta e separada do corpo físico ou do cérebro.

A cientologia propõe que em seu ‘estado bruto’ o espírito (’thetan’) é imortal como um deus, e possui o potencial de saber tudo, mas que nos dias de hoje suas verdadeiras capacidades foram perdidas e esquecidas. Como entidade imortal, o thetan continua vivo após a morte do corpo e renasce em um novo corpo físico, repetidamente, em um círculo infinito de nascimento e morte. Em razão da lembrança dos infinitos incidentes traumáticos ocorridos em todas as suas vidas passadas, e que estão escondidas nos mínimos detalhes na memória inconsciente, o thetan ficou preso no corpo e universo físico.

O conteúdo desses incidentes traumáticos influenciam a vida presente do indivíduo, causando-lhe problemas físicos e mentais, pensamentos e comportamentos irracionais e limitando sua criatividade e outras capacidades.

A cientologia alega que esses incidentes traumáticos, somados à história pessoal de cada thetan, são gravados com todos os detalhes no ‘time track‘ (às vezes chamado de ‘whole track‘), que seria uma espécie de gravador com trilhões de anos de comprimento.

A proposta da cientologia é que, através do processo chamado audição ou auditoria (auditing), que é o seu equivalente a um rito religioso, com o uso das técnicas descobertas por Hubbard e geralmente utilizando um instrumento chamado de E-Meter, um indivíduo pode ser guiado até esses traumas ocultos e ‘descarregá-los’, livrando-se do sofrimento e limitações impostos pelo passado. Ao livrar-se da ‘mente reativa‘, que segundo Hubbard é uma parte do cérebro que age abaixo do nível da consciência, o indivíduo livra-se desses incidentes traumáticos, tornando-se o que é chamado de estado de ‘Clear‘.

Seguindo este caminho através de uma série de níveis de auditoria, uma pessoa pode eventualmente reconquistar seu estado nativo e atingir o status de ‘thetan operante‘, onde ela estará livre de tudo que o prende ao corpo, podendo até mesmo ‘exteriorizar-se‘, ou seja, sair do corpo. O ‘thetan operante’ pode também, conscientemente, controlar a matéria, energia, espaço e tempo (MEST), e por fim a própria vida.

Para a grande maioria dos cientologistas, reconquistar essas habilidades de deuses (e encorajar e dar assistência a outros reconquistarem também) é o objetivo principal de sua participação na cientologia. Os níveis pelos quais um seguidor progride compõe o que é chamado de ‘A Ponte Para a Total Liberdade‘. Progredir nos níveis da ‘Ponte’ requer muitos anos dedicados de estudo e prática, e ao custo estimado de US$ 300 mil a US$ 500 mil (aproximadamente R$ 550 mil a R$ 900 mil).

De acordo com exemplos dados na cientologia, o conteúdo do ‘whole track’ pode incluir incidentes como tentativas de aborto e outros traumas fetais, atos de tortura e violência cometidos ou sofridos, encontros com a Confederação Marcab e várias outras Forças Invasoras de outras civilizações galáticas, uma vida passada no corpo de uma ostra aqui na Terra, dentre outros incidentes bizarros.

Embora muitos dos incidentes traumáticos sejam únicos para o indivíduo, alguns incidentes são comuns a todos os ‘thetans’ no planeta Terra. Um dos incidentes mais importantes supostamente ocorreu cerca de 75 milhões de anos atrás.

A cientologia avisa que a exposição aos detalhes desse incidente em particular, antes de completar uma série de níveis preparatórios, pode causar a morte. Esses detalhes são guardados e mantidos em segredo até o indivíduo ser convidado para o nível ‘OT III’, pois somente atingindo este nível o cientologista teria capacidade para auditar esta informação.

Se você não teme a morte, ou se acha que tem capacidade para ‘auditar’ esta informação, continue sua leitura. Até o presente momento, não tivemos nenhum relato de mortes causadas pela leitura dessas informações.

O GRANDE SEGREDO DA CIENTOLOGIA

Era uma vez, a 75 milhões de anos atrás, um maligno Lorde Intergalático chamado Xenu

Se o cientologista estiver entre os 10% dos cientologistas que são convidados para o nível OT III, ele deverá assinar dezenas de contratos e termos de responsabilidade, e então terá acesso à uma sala onde poderá ler sobre a origem dos thetans (espíritos) que habitam o corpo dos seres humanos.

A primeira página, escrita de próprio punho por L. Ron Hubbard, é a seguinte:

A origem dos thetans

A origem dos thetans

Tradução:

Dado (1) (1)
O líder da Confederação
Galática (76 planetas e
estrelas maiores visíveis daqui)
(fundado 95,000,000 de anos atrás, novela bem espacial)
resolveu a superpopulação (250 bilhões
ou mais por planeta) — 178 bilhões
em média) através de implantes em massa.
Ele promoveu a vinda de pessoas para
Teegeeack (Terra) e colocou uma bomba de Hidrogênio
nos principais Vulcões (Incidente 2)
e então os da a área do Pacífico
foram levados em caixas para o Hawaii
e os da área do Atlântico para
Las Palmas e lá foram “empacotados” .
O nome dele era Xenu. Ele usou
renegados. Muitas informações
confusas através de circuitos etc.
foram colocados nos implantes.
Quando por causa de seus crimes
(contra as pessoas) os Oficiais Leais o capturaram
após 6 anos de batalha
e o colocaram em uma armadilha
em uma montanha
onde ele ainda
está. “Eles” se foram. O lugar (Confed.)
é um deserto desde então.

Esta página e e o resto do manuscrito de Hubbard explica que Xenu liderava todos os 76 planetas deste setor da galáxia, incluindo nosso próprio planeta Terra, que na época era conhecida como Teegeeack.

Há também uma série de gravações em áudio de um curso (”Assists” course VIII, 3 de outubro de 1968), ministrada pelo próprio L. Ron Hubbard, onde ele fala de Xenu, onde ele fala que Jesus Cristo não existiu e que as histórias sobre ele são implantes alienígenas. Acesse o website Wikileaks para ter acesso ao material secreto, disponibilizado por ex-cientologistas e cientologistas do Freezone.

The recording, in Hubbard’s own distinctive voice, expounds Scientology’s dissembling alien creation myth, whereby the earth is populated by the evil “Galactic overload” “Xenu” (or “Xemu”) and humans are parasitized by alien spirits called “body thetans”. Scientology reportedly exposes the alien basis to its beliefs fewer than 10% of its followers. Contrary to Scientology statements about the compatibility between Scientology and Christianity, Hubbard maintains that, “There was no Christ” and that the stories of Christ are alien mind implants. The recording plainly shows Hubbard to have a disturbed personality.

Continuando a história… haviam dois problemas. Todos os 76 planetas que Xenu controlava estavam superlotados, e ele estava prestes a ser destituído do cargo. Cada planeta tinha 250 bilhões ou mais de habitantes, e como um dos últimos atos como Lorde Intergalático ele resolveu livrar-se do problema de superlotação.

Lord Xenu então elaborou um plano maléfico, com a colaboração de psiquiatras (essa é uma das razões por que a Cientologia faz campanhas mundiais contra a psiquiatria, além de culpá-los pelo Holocausto nazista).

Com a ajuda dos psiquiatras e de extra-terrestres renegados, Xenu conseguiu subjugar os Oficiais Leais e convocar bilhões de extra-terrestres para inspeções fiscais e tributárias de fachada. Nessas inspeções, as vítimas enganadas receberam injeções de uma mistura de álcool e glicol, deixando-os paralizados e incapacitados a se defender.

Após essa emboscada, as vítimas foram colocadas em naves espaciais, idênticas aos aviões DC-8 (aviões fabricados pela empresa McDonnel Douglas) - com a diferença de que naquela época essas naves espaciais eram movidas a motores de foguetes ao invés de motores de avião.

DC-8 (da Nasa, não de Xenu)

DC-8 (da McDonnel Douglas, não de Xenu)

Os comboios espaciais viajaram até Teegeeack (hoje conhecida como Terra), onde as bilhares de vítimas, ainda paralisadas, foram empilhadas ao redor de vulcões (é por isso que o livro Dianética tem um vulcão na capa), e assassinadas com explosões de bombas de hidrogênio.

O livro Dianetics com um vulcão na capa

O livro Dianetics com um vulcão na capa

E a história continua!

Como todas as vítimas alienígenas também tinham almas (os thetans de L. Ron Hubbard), Xenu elaborou um um outro plano, desta vez para capturar esses thetans e impedir que retornassem aos seus planetas nativos.

Quando os bilhares de thetans se espalharam com os ventos das explosões, Xenu utilizou aparelhos eletrônicos, pegajosos como papéis pega-moscas, para captura-los.

Em seguida ele ordenou que os thetans fossem embalados em caixas e presos dentro de cinemas gigantes, em Las Palmas e no Hawaii, onde foram forçados a passar dias e dias assistindo a filmes especiais em 3D, que implantaram falsas informações nas almas, a fim de confundi-las.

Segundo Hubbard, todas as religiões, bem como Deus, Jesus Cristo, Buda, Maomé, e todas as outras divindades são engramas (engrams) - invenções que foram implantadas nas mentes dos thetans para deixa-los confusos e não retornarem para seus planetas de origem.

Por terem passados dias assistindo aos mesmos filmes, os confusos thetans passaram a pensar que eram uma mesma e única “pessoa”, e começaram a fundir-se uns com outros, criando grupos de milhares de thetans em apenas uma entidade.

Grupos de thetans soltos pelo mundo começaram a habitar os poucos corpos restantes em Teegeeack. Esses corpos ficaram vagando por Teegeeack, habitando corpos de animais e vegetais até o surgimento do Homem. Então, eles passaram a habitar os corpos de nossos antepassados.

Após duras batalhas, os Oficiais Leais finalmente conseguiram derrotar Xenu. Eles o aprisionaram em uma montanha em um outro planeta, onde permanece até hoje, preso por um campo de força alimentado por uma bateria eterna.

Por tudo isso, segundo a Cientologia, os seres de Teegeeack (Terra) estão cheios de ‘thetans corporais,’ nos habitando. Esses thetans estão assombrados pelos engramas que foram implantados, causando todas as angústias, aflições e problemas da humanidade nos dias de hoje.

Após alcançar o estado de ‘Clear’, o próximo passo para o ‘thetan’ dos dias de hoje é atingir o estado de ‘thetan operante’. Ao atingir esse nível, o cientologista passa a ter controle sobre a matéria, energia, espaço e tempo (o chamado MEST - Matter, Energy, Space and Time), readquirindo seus poderes para, por exemplo, exteriorizar do corpo, mover objetos, acumular energia, espaço e dobrar o tempo.

Há depoimentos no ARS de cientologistas que afirmam terem parado a chuva com o poder do pensamento, dentre outras maravilhas da tecnologia cientologista.



A vida imita a arte ou a arte imitaria as vidas passadas ou futuras?

Seríamos mesmo "filhos" de ETs?

....

6 comentários:

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Olá amiga, muito legal esse seu artigo sobre a cientologia.
Mas e ai, já fez um Sitemap para os seus blogues?
Vá em: http://www.google.com.br/webmasters/
Coloque um sitemap com a extensão atom.xml
E outra coisa:
Esse é meu novo site "Sete Antigos":
http://seteantigoshepta.blogspot.com/2009/01/iniciao-o-salto-quntico-desperte-seu.html
Veja que eu estou usando um templare diferente dos que o Blogger dispoe. Se quiser saber como eu fiz isso me dá um toque que te ensino.
e-mail: seteantigos@gmail.com

Beijos!

Lua Tekiar disse...

Li esse artigo inteiro,e o que posso dizer... ele é bem tendencioso certo?

Você copiou os textos de outros sites, é um síntese útil, mas não me convenceu.

Andei vendo algumas coisas sobre a Dialética e cientologia e me pareceu muito logico. Pelo menos faz mais sentido que as asneiras que a gente ouve falar ai em Igrejas e Livros de "cientistas".

(Risos) é de chorar, de um lado temos uma história absurda que fala de jardim do Edem, casal de seres criados do barro, dilúvio e outras bobagens de outro temos um bando de descerebrados dizendo que somos macacos, que a vida se iniciou do nada da mistura de pedra e aguá e que ela "evoluiu" até todo a complexidade que existe hoje.

Diante dessas versões o "caso" XENU é até aceitável....

Alzira disse...

Lua Tekiar..estou contigo e não abro.
Uma coisa é ter opiniões a respeito de algo, outra é ter um conceito.
Ri muito com que disse sobre o que creem sermos feitos de barro, evolução do macaco, realmente é de dar nó n'alma, sem falar de uma barca com todo tipo de animal, e espécies vegetais para aguardar o diluvio passar e tantas outras crenças sem pé e cabeça,de religiões que brigam explodindo uns aos outros, a inquisição..etc, e o pior que isto vem de longe e no entanto ninguem tentou empedir que estyas crendiçes se tornassem religão...que na verdade não religam nada, é so um tremendo elo perdido. Fico com voce nesta questão e também acho que em comparação a tantas sandiçes e fanatismo o Xenu até que tem lá mais logica. Um abraço

Alzira disse...

E a amiga ai, cheia de boas intenções, cheia de amor para ofereçer, ainda tem a cara de pau de dizer que não é pré-conceituosa...Há três tipos de amor querida, entre a Mulher e o Homem, o primeiro é abrangida pela lei da afinidade e é afeição que a humanidade tem para com a Humanidade; o segundo é a seleção sexual e é um verdadeiro magnetismo entre parceiros; e o terceiro é o Amor compulsivo ditado por algo tão razoável como a aberração, e este terceiro tipo é o que podemos encontrar em abundância, no passado, no agorinha mesmo..haja visto o tanto de crimes passionais..lares infelizes..divorcios..atos criminosos, processos civis...é o tipo de AMOR que manda as crianças chorar em um canto, para que se afastem das brigas e lança, dos seus lares desfeitos, jovens mulheres e homens destroçados. Olhe em volta e repare, observe se isto é ou não uma mentira.
Temos que encontrar soluções, obter conhecimentos e não continuar a viver de crenças..propagar opiniões feito papagaios...conhecimento traz segurança, do contrário é somente insegurança. Obtenha conceitos sobre o que pretende debater, ficar copiando e colando só demonstra o medo que voce tem de si mesma, revela seu pouco auto-determinismo, e que tenta então com isto ALERTAR as pessoas para seus medos?...poxa, se liga..se religa criatura!!! Filosofia que pode ser aplicável é muito melhor da que não pode...teorias só são uteis de funcionam.

Vendedor Bugiganga disse...

Não sei como as pessoas ainda acreditam ao pé da letra no que a religião diz. Qualquer religião é puramente filosofica, quanto mais capaz vc se torna melhor vc sabe usa-la e mais vc abandona seus dogmas, até realmente nao precisar de uma religião... Sofremos sim algo no passado que nos fez perder nossa memoria, por isso temos esses mitos para nos guiar de volta ao caminho do entendimento... Conhecimento não serve pra nada, ele nunca ultrapassará o entendimento...

Vendedor Bugiganga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.