quinta-feira, 11 de março de 2010

Buracos negros da Via Láctea e Andrômeda



Vídeo sobre os buracos negros da Via Láctea e da galáxia Andrômeda numa previsão cienífica de fusão entre os dois buracos negros...novas simulações para saber o que aconteceria quando uma colisão esperada tiver lugar entre a nossa Galáxia e a galáxia de Andrômeda.

De acordo com os cientistas T. J. Cox e Abraham Loeb do Centro para Astrofísica de Harvard-Smithsonian, as simulações de computador indicam que há uma possibilidade entre 37 de acabarmos por viver na outra galáxia - a majestosa Andrómeda.

"Os futuros astrónomos no Sistema Solar poderão observar a Via Láctea", a nossa presente Galáxia, "como uma galáxia externa no céu nocturno", escreveram Cox e Loeb num artigo sobre o que descobriram. Por outras palavras, a Via Láctea já não seria aquela faixa familiar esbranquiçada que passa pelo céu, mas um distante borrão de luz.

A Via Láctea, Andrómeda e cerca de 40 outras galáxias mais pequenas constituem a nossa vizinhança galáctica, com o nome de Grupo Local. Como tal, este é "o laboratório mais próximo, e por isso a nossa ferramenta mais poderosa para estudar a formação e evolução das estruturas galácticas."

Devido a este grupo local de galáxias estar unido pela gravidade, quebram uma regra geral, que as galáxias por todo esse Universo se estão a afastar umas das outras. Em particular, Andrómeda está a aproximar-se da Via Láctea a uns estimados 120 km por segundo - embora ainda permaneça a uns 2.5 milhões de anos-luz de distância, a reunião familiar ainda está longe de acontecer. Um ano-luz é a distância que a luz percorre num ano.

A pouco tempo Andrômeda foi considerada uma pequena galáxia.

Andrômeda

Buraco negro

Simulação da colisão

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/via-lactea/imagens/galaxia-24.jpg